(11) 5051-1924/ 0784 /(11) 5096-3384/5041-2434 / (11) 97515-3243 (vivo) Unidade Moema: contato@vetsupport.com.br | Unidade Zona Leste: contato2@vestsupport.com.br

“Segue um breve relato sobre as grandes vitórias que meu gato Francisquinho já obteve na vida:
Foi encontrado (devia ter uns 10 dias de vida) em 29/11/2003. Chegou espirrando muito e produzindo secreções pelo nariz. Depois de algum tempo fiquei sabendo que sua irmãzinha, que tinha sido doada a uma outra pessoa, morrera de rinotraqueíte. Ou seja, Francisquinho também estava contaminado, mas
curou-se do mal.
Em Out/2006 caiu do edifício em que morávamos, do 4º andar, conseguindo passar por um buraquinho na rede. Não teve qualquer consequência.
Em Jul/2008 caiu novamente, também por um descuido imperdoável nosso, tendo tido muitas fraturas. Quando andava, parecia que estava ‘divido ao meio’. Após meses de tratamento, curou-se completamente.
Há cerca de 3 anos atrás, apresentou diabetes. Tomava insulina 2 vezes por dia, comia ração especial. Curou-se deste mal também.
Em 15/05/15, após ter vomitado por meses sem que descobríssemos a razão, foi operado (laparotomia região do piloro) na Vet Support, onde ficou internado. Após uma semana, devido ter ficado 72 horas sem comer, foi operado novamente, pois o veterinário temia a hipótese da região operada ter se ‘fechado’. Após a abertura, constatou-se que a cirurgia estava normal. Francisquinho ficou mais uns dias na Vet Support e teve alta.
Após uma semana, vomitou e foi internado novamente, ficando mais uns dois dias em observação.
O material que foi retirado de sua cirurgia foi analisado diversas vezes, pelos sistemas mais modernos e sofisticados. A equipe veterinária que então o acompanhava (Dra. Renata/Oncologista, Dra. Carolina/Gastro) insistiam que o material fosse analisado várias vezes, eis que os resultados não atestavam câncer, eram sempre inconclusivos.
Francisquinho foi tratado de Junho a Dez/15 com medicação oncológica/quimioterápica (3 vezes por semana), com a DRa. Ana Cláudia, pois, apesar do câncer não ter sido diagnosticado, sua inflamação na região era importante. Fez exames de ultrassom, sangue e urina de 45 a 45 dias, comeu ‘papinhas especiais’, teve que passar por diversos processos de adaptação alimentar, tomou inúmeras medicações, fora a quimioterápica..
Teve alta da Dra. Renata Sobral em Dez/15 e agora seu acompanhamento será somente de 3 em 3 meses.
Francisquinho é paciente renal, come uma ração especial. Contudo, apesar dos relatos acima, está feliz da vida, comendo, bebendo, brincando, tomando sol e namorando (apesar de castrado, é casado com nossa gatinha Nenê). Meu gato é um VENCEDOR; NADA O DERRUBA !
Agradeço a todos da Vet Support que tão bem o atenderam, com respeito, carinho e dedicação.”

Francisquinho mural uti veterinária gato